Magos do Traço - Basil Wolverton, original até a raiz!

Artista quebrador de paradigmas, Basil Wolverton, ainda que não seja muito lembrado pela nova geração de ilustradores, seu trabalho impactou e influenciou muitos artistas da geração da Revista MAD do porte de Harvey Kurtzman e o brasileiro Marcatti que já o citou como uma de suas principais influências. Com um traço único e original Wolverton soube como poucos ironizar e redescobrir a figura humana!


Basil Wolverton nasceu em 1909, por isso, quando os quadrinhos começaram a procurar material original em 1936, ele já estava pronto e à disposição.

                           

Sempre um autodidata, Wolverton foi um dos primeiros criadores de material novo para o novo mercado de quadrinhos. Ele morava em Vancouver, Washington, e foi um dos poucos artistas de quadrinhos que não viviam em Nova York, Trabalhando totalmente através do correio.

Wolverton começou com tiras criadas por ele mesmo no estilo Sci-Fi como Spacehawk, Space Patrol e Meteor Martin . Editoras desconhecidas como Centaur e Noveltytiveram antologias de títulos de quadrinhos produzidas por ele, nos anos 30 e 40.
O que faltava em Wolverton imaginação, ele mais do que compensava com entusiasmo e habilidades de desenho. Tanto o canto superior direito da amostra e à esquerda são de Alvo V2: 1 de março de 1941. Em meados de 1942, Spacehawk estava ligado à terra, combatendo os nazistas e até o final do ano que ele tinha sido substituído.

Sempre um comediante, ele entrou em contato com outra empresa de quadrinhos ( Timely , que mais tarde seria a Marvel Comics ) e criou um de seus personagens mais cativantes, Powerhouse Pepper . Powerhouse era nanico, careca em uma gola listrada com um físico similar ao Popeye. As tiras estavam carregadas com Ironia e diálogos malucos que foram a inspiração óbvia para muito dos trabalhos de Kurtzman e Elder na Revista Mad ! Ao longo dos anos 40, ele criou e ilustrou inumeras páginas de praticamente todas as publicações de humor adolescente na época.

Além disso, durante os anos quarenta,Wolverton trabalhou por Fawcett e Gleason , dois dos produtores de quadrinhos de maior dimensão na época, fazendo tiras de trabalhos menores como Bing Bang Buster , Scoop Scuttle , Mystic Moot , etc. Foi em 1946 que Basil tem sua maior popularidade, quando ele venceu um concurso apresentando o título Lena the Hyena.

No inicio dos 50 ele fez histórias de terror para Atlas (pós-Timely, pré-Marvel), onde ele ilustrou duas histórias em 1952, escritas por Daniel Keyes.
Em 1954, ele fez mais um par de contribuições para a Mad ,cujos trabalhos sem dúvida são os mais apreciados e conhecidos por nós, e então aposentou-se das histórias em quadrinhos em 1955.


Basil Wolverton - A História da Bíblia

Os anos restantes de sua vida foram dedicados a ilustrar a história da Bíblia . Em seis volumes de Gênesis. Wolverton adaptou o texto da Bíblia com simplicidade e clareza e fez centenas de artes em preto e branco para a obra. Os seis volumes foram publicados entre 1961-68 pela Ambassador College editora. No início dos anos 80 eles foram reimpressos e o restante do Antigo Testamento foi adicionado com ilustrações mais recentes por Wolverton. Wolverton faleceu em 1978.


O estilo de arte de Wolverton não é clássico, mas é único! Ele influenciou uma geração de artistas no Comics e outros campos. Em tudo o que fez, ele colocou seu coração e alma no trabalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário