Lapiseiras - Análise de Produto!

Ed Oliver

Muitos me perguntam sobre materiais, sobretudo lapiseiras já que muitos de meus amigos e o pessoal das mídias sociais das quais participo, trabalham com quadrinhos o que requer um material mais técnico, preciso e adequado à quem passa horas na labuta de suas pranchetas.

Renovando meus materiais visitei diversas lojas, testando e verificando lapiseiras, dentre centenas de ofertas encontrei 4 que se sobresaíram pelas suas características.

1- Pentel GraphicGear 500 - PG525 0.5mm


Pentel sempre foi referência no que se trata de boas lapiseiras técnicas, tanto que por anos a fio só me utilizei de sua linha tradicional, dos anos 80 e 90, só quando as importações para o Brasil foram liberadas de vez, foi que experimentei outras marcas.
A Graphicgear é uma lapiseira de precisão!Idea para finalização do lápis no desenho.
Sua ponta construída inteiramente de metal e seu tubo hexagonal dão muita firmeza e segurança a traços rápidos e precisos, sobretudo a quem precisa de hachuras bem definidas em seus desenhos e definição em pequenos detalhes, para quem é acostumado com lapiseiras inteiramente de plástico ou vinil talvez estranhe no início o pequeno peso extra, mas que logo é compensado pelo conforto de sua escrita.
é oferecida nas versões: 0.3mm - Marrom, 0.5mm - Preta, 0.7mm - Azul Cobalto e 0.9mm - Cinza Metálico.

 2- Desetec Multiuso - com amortecedor 0.9mm Trident


A Trident empresa especializada em materiais técnicos de desenho e mais conhecidas por suas canetas Nanquim lança agora sua linha de lapiseiras no Mercado.
Devo confessar que quando vi a Desetec foi paixão à primeira vista, seu desenho que une o visual das lapiseiras clássicas com as modernas e aspecto Clean, me conquistaram de cara!
Na parte técnica, sua pegada é confortável e precisa graças a um inteligente "amortecedor" desenhado em seu corpo, sua leveza dá autonomia para horas de trabalho.
Essa Desetec é ideal para esboçar e para o trabalho inicial de uma arte, simples e eficaz e com um preço muito atrativo para tudo aquilo que oferece! Recomendadíssima!

3- Trident Pró-Line 0.5 HB



Mais uma surpresa daTrident,  a Pró-line segue a linha de sua amiga Desetec, porém e especificada para trabalhos de detalhismo e precisão, leve e com um desenho mais anatômico em seu corpo para
mim uma das melhores lapiseiras para quem enfrentará um trabalho detalhista e por longo período, ela é uma lapiseira que não cansa a mão! Leve, elegante e precisa!
Se a Trident fosse um carro, com certeza seria um Jaguar!

4- Koh - I - Noor Versátil



Para alguém como eu que precisa de uma lapiseira robusta, que siga a linha clássica e seja frte e precisa nada melhor que a famosa Koh - I - Noor, ela é mesmo tudo que dizem, leve, seguindo o design diagonal e com um peso ideal equilibrando sua pegada, é ideal tabém para trabalho inicial de esboço e para desenhos feitos inteiramente em grafite, ela possibilita isso!

Confira a Exposição “A História dos Quadrinhos no Brasil" na PUC - SP

Ed Oliver

Convite: Exposição “A História dos Quadrinhos no Brasil"

A PUC – SP recebe a exposição “A História dos Quadrinhos no Brasil”, de 2 de setembro a 3 de outubro, das 10h às 19h. O evento é gratuito e acontece no Saguão de Exposições da Instituição.


Além da exposição, haverá também uma feira de gibis, palestras, encontros e debates sobre o tema.

“É a primeira vez que estamos organizando algo parecido dentro da PUC São Paulo. O principal é que vamos discutir com educadores, autores e pesquisadores, da área dos quadrinhos, essa retomada da linguagem pelo público jovem. Além disso, temos uma feira com toda essa nova produção do quadrinho adulto que tem chegado às bancas. Muitas de forma independente”, afirma Edilaine Correa, pesquisadora em artes gráficas da PUC e coordenadora do evento.

O evento terá também um workshop ministrado pelo editor e desenhista Gualberto Costa, que demonstrará como editar seu próprio fanzine. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail quadrinhosnapuc@bol.com.br.

Serviço:

Exposição “A História dos Quadrinhos no Brasil"
Data: 02 de setembro a 3 de outubro de 2014
Horário: das 10h às 19h
Endereço: Rua Ministro de Godoi, 969 - Perdizes/SP - Edifício Reitor Bandeira de Mello, térreo - Saguão de Exposições anexo à biblioteca do Campus

Gratuito

Para mais informações clique AQUI!

Projeto que reunirá os maiores Super-Heróis Nacionais!

Conheça o projeto que reunirá os maiores super-heróis nacionais



Está em fase de elaboração o Álbum Democracia do Quadrinho Brasileiro que pretende reunir os maiores super-heróis nacionais em uma grande aventura. O projeto será lançado pelo selo editorial Meuherói.com e procurará ser financiado pelo Catarse, uma ferramenta de financiamento coletivo. O DQB é um movimento criado há alguns anos por Elenildo C. Lopes, o criador do Capitão RED, e Fernando Rebouças, criador do Oi - O tucano ecologista. O principal objetivo é divulgar os quadrinhos nacionais e lutar pela sua valorização. Veja AQUI!

Segundo Elenildo, o projeto encontra-se na fase final de adesão de autores e planejamento do álbum para ser lançado no cartarse até o final do mês. Quem se interessar em apoiar esta inciativa, pode assinar a petição online criada como apoio institucional e público à arte das histórias em quadrinhos brasileira. Além disso, fica a sugestão de compartilhar a imagem que ilustra este post pelas redes sociais usando as hastags #ondeestaseuheroi
#albumdqbheroisbrasileiros . Para mais informações, envie um e-mail para albumdqb@meuheroi.com.br .


Heróis participantes e seus autores confirmados:

Anjo Urbano - Rodrigo Dos Santos
Capitão R.E.D - Elenildo Lopes
Catalogador ou Exú – Lancelott Martins
Conversor - Sandro Marcelo Farias
Inferno – Augusto Brito
Jou Ventania - Lincoln Nery
Lagarto Negro - Gabriel Rocha
Papo Amarelo - Moacir Torres
Resistente - Juliano Rocha
Velta - Emir Ribeiro
Veredicto - Ed Oliver

fonte: http://leituracast.blogspot.com.br/