Quadrinhos em Pauta - Goela Negra de Marcelo Lelis!


Ambientado no início do século XX, o álbum trata de forma exemplar a crise de refugiados na Europa ao contar a história do jovem Marcel do norte da França que sonha com a vida em Paris, para fugir ao horrível destino de seus conterrâneos, condenados a trabalhar nas minas de carvão até que seus pulmões se reduzam a pó com as condições infernais de trabalho.


O Roteiro de Antoine Ozanam é enxuto e rico, consegue impor um lirismo profundo mesmo quando descreve temas pesados que a história pede, sua construção dos personagens é densa detalhista, ao ler a história voce sente o ar impregnado de carvão do norte da França.
A arte de Lelis é um caso à parte, aqui, abrindo mão da cor que marca seus trabalhos, o artista trabalha uma técnica de pincel a seco que da a história a credibilidade, poesia, arte e harmonia que se espera de um artista deste calibre, a retratação dos ambientes e cidades é um espetáculo à parte!


Sem dúvida, uma obra que já nasce essencial por seus conteúdo e pelos talentos envolvidos!

Ambientada no início do século XX, a HQ trata de forma exemplar a crise de refugiados na Europa, povos que vindos de outros países durante a primeira guerra mundial aceitavam qualquer forma de trabalho para sua subsistência,  a história é narrada a partir do ponto de vista do  jovem Marcel, filho de operários pobres  do norte da França, que sonha com uma vida melhor na capital Paris, para fugir ao horrível destino de seus conterrâneos, condenados a trabalhar nas minas de carvão até que seus pulmões se reduzam a pó com as condições infernais de trabalho.

A história gira em torno do protagonista,  Marcel, um jovem idealista e tímido de 16 anos oriundo de uma família de operários pobres que não aceita seu destino miserável,  Suzanne sua namorada, uma jovem doente e de hábitos caseiros e único vínculo de Marcel com sua terra e Jacek seu fiel amigo que foge para Paris, desencadeando mudanças definitivas na vida de Marcel.
As decisões de Marcel  pendem na balança de suas dúvidas entre a ilusão de um futuro brilhante na luminosa Paris ou o coração de sua amada Suzanne e o futuro negro nas Minas, região do Nord-Pas-De-Calais, norte da França.  Marcel é como barco à deriva tomando decisões em meio às tempestades dos acontecimentos, essa é a maior força motriz deste trabalho.


O  Roteiro de Antoine Ozanam é enxuto e rico, consegue impor um lirismo profundo mesmo quando aborda temas pesados que a história pede, sua construção dos personagens é densa e detalhista, ao ler a história você sente o ar impregnado de carvão do norte da França, que foi um importante polo da revolução Industrial na Europa, a decadência da vida operária e clima daquela época, onde a classe de Mineiros foi a primeira a se unir para reivindicar melhorias das condições de trabalho.
A arte de Lelis é um caso à parte, aqui, abrindo mão da cor que marca seus trabalhos, o artista trabalha uma técnica de pincel a seco que dá a história à credibilidade e climatização correta que se espera de um artista deste calibre, a retratação dos ambientes e cidades é um espetáculo à parte!
Sem dúvida, uma obra que já nasce essencial por seu conteúdo e pelos talentos envolvidos, mostrando que a editora Mino vêm para apresentar material diferenciado.

Título: Goela Negra
Autores: Marcelo Lelis e Antoine Ozanam
Editora: Mino
104 páginas  – Capa cartonada

Confira a página da editora Mino no Facebook AQUI!



por Ed Oliver

Nenhum comentário:

Postar um comentário